Sugestões de filmes para a Semana Santa

Paulo, Apóstolo de Cristo (2018)

https://youtu.be/URJ-_Qa4GRY

Lucas (Jim Caviezel) arrisca a vida para viajar até Roma e visitar Paulo (James Faulkner), que está preso à espera da execução. Na época, os cristãos estavam sendo brutalmente perseguidos pelo imperador Nero. O filme mostra a tenacidade de Paulo, que, mesmo na prisão, continua evangelizando mediante as epístolas que escreve para as comunidades cristãs, bem como os desafios de São Lucas para proclamar o Evangelho.

 

Ressurreição (2016)

https://youtu.be/ys8NvE4ID9w

De acordo com a Sony, “Ressurreição” apresenta “a épica história bíblica da ressurreição contada pelos olhos de um incrédulo. Clavius (Joseph Fiennes), um poderoso tribuno militar romano, e seu assistente, Lucius (Tom Felton), têm a tarefa de resolver o mistério do que aconteceu com Jesus nas semanas seguintes a crucificação, a fim de refutar os rumores de um Messias ressuscitado e evitar uma revolta em Jerusalém”.

 

Ben Hur (2016)

https://youtu.be/uefsSKX2YkM

BEN-HUR é a história épica de Judah Ben-Hur (Jack Huston), um príncipe falsamente acusado de traição por seu irmão adotivo Messala (Toby Kebbell), um oficial do exército romano. Destituído de seu título, afastado de sua família e da mulher amada (Nazanin Boniadi), Judah é forçado à escravidão. Depois de muitos anos no mar, Judah retorna à sua pátria em busca de vingança, mas encontra a redenção. Baseado no romance clássico de Lew Wallace, Ben-Hur: Uma História dos Tempos de Cristo. O filme também é estrelado por Morgan Freeman como Sheik Ilderim e Rodrigo Santoro como Jesus Cristo.

 

O Filho de Deus (2014)

https://youtu.be/j1iohA17EHI

Vindo de uma pescaria fracassada, Pedro (Darwin Shaw) encontra Jesus Cristo (Diogo Morgado), que o convence a segui-lo. Logo Cristo reunirá 12 apóstolos que têm por missão espalhar seus ideais pela Terra. Entretanto, por mais que pregue o amor ao próximo e a compaixão, sua crescente popularidade desperta a ira de pessoas importantes de Jerusalém, que não desejam que o status quo seja alterado. A traição de um de seus apóstolos, Judas (Joe Wredden), faz com que Cristo seja capturado e levado a julgamento.

 

 

Os Dez Mandamentos 2006

https://youtu.be/38jkji2HxrA

Moisés (Dougray Scott), foi um profeta venerado por judeus, cristãos e muçulmanos. Ele escapou de um massacre ainda bebê e foi criado ao lado do faraó. Porém, após receber um chamado divino, Moisés ganha a missão de libertar o povo hebreu da escravidão e guiá-los à Terra Prometida. Infelizmente os desenhos e filmes não traz toda a verdade da Bíblia... Por isto quando assisti-los, procure acompanha-los pelas Escrituras.

 

A paixão de Cristo (2004)

https://youtu.be/XWTYrHwnt2M

É uma adaptação dos últimos dias de Jesus Cristo realizada por Mel Gibson. Filmado em latim e aramaico, idiomas que Jesus falou, e projetado em todo o mundo em versão original por desejo do diretor, o filme atraiu a atenção de todos pela crueza e realismo de suas imagens.

 

Jesus — A maior história de todos os tempos (1999)

https://youtu.be/7YsVlKvF7Kk

 

Jesus de Nazaré (1977)

https://youtu.be/I3Iz7eLq1Ws

Embora se trate de uma minissérie de televisão e não de um filme, o trabalho de Franco Zeffirelli é talvez o melhor relato sobre o nascimento, feitos e morte de Jesus Cristo. O Beato Paulo VI, depois de assistir essa produção, recebeu em audiência o diretor de cinema Franco Zeffirelli e agradeceu-lhe por este trabalho sobre a vida do Senhor. O Papa Francisco também recebeu o diretor na Casa Santa Marta em Audiência Privada na terça-feira, 15 de março.

 

O Messias (1976)

https://youtu.be/jd7YyW7MwEw

 

A maior história de todos os tempos (1965)

https://youtu.be/l5AQLKNPDPc

 

O Evangelho segundo São Mateus (1964)

https://youtu.be/ku8anKRF838

 

Ben Hur (1959)

https://youtu.be/gqRenT4F6Cc

Campeão dos Óscares e estrondoso êxito mundial, esta superprodução de William Wyler é um impressionante épico histórico-romanesco de espantosa dimensão humanista e mística

"Ben-Hur foi o grande acontecimento de 1959, tendo arrebatado 11 Óscares da Academia de Hollywood, incluindo os de Melhor Filme, Melhor Realizador e Melhor Actor, neste caso consagrando Charlton Heston como o herói por excelência dos grandes dramas históricos. Estrondoso êxito de bilheteira? Ben-Hur foi uma das últimas superproduções do cinema americano no limiar de uma década que iria pôr em causa este tipo de cinema. Trata-se, pois, de um épico grandioso e espetacular sobre a agitada e emocionante vida de um príncipe hebreu que, devido a inesperadas circunstâncias, se torna escravo, nobre romano aclamado herói das corridas de quadrigas, entre Jerusalém e Roma, e cujo destino se cruza, por mais de uma vez, com o de Jesus Cristo. William Wyler, dispondo de um orçamento fantástico, que quase levou a MGM à falência, assinou um filme admirável, pela sua dimensão aventureira, romântica, mística e heroica, que continua hoje, quarenta anos depois, a impressionar pela sua grandiosidade espetacular e pela sua comovente dimensão humana, que será sempre marcado por essa sequência de antologia da portentosa corrida de quadrigas.

 

Os Dez Mandamentos (1956)

https://youtu.be/c4XFCwIf4kc

Charlton Heston volta a aparecer neste épico com a adaptação da passagem de Moisés e os Dez Mandamentos, dirigida pelo lendário Cecil B. DeMille. A superprodução é de proporções bíblicas: possui quase quatro horas de duração e seus avançados efeitos especiais renderam um Oscar aos diretores. A cena da abertura do Mar Vermelho entrou para a história da sétima arte como uma das mais impressionantes do cinema até então.

 

O Rei dos reis (1927)

https://youtu.be/VLIBt8zqXtY

 

Da manjedoura à cruz (1912)

https://youtu.be/2FHnmWtj0mw

 

Vida e paixão de Jesus Cristo (1902-1905)

https://youtu.be/i0njTW2j7hk